Gramática para concursos: Como estudar e aprender de forma pouco conhecida porém muito interessante

Gramática para concursos: Chegou sua hora de ter resultados, confira aqui !

Gramática para concursos

Olá,

Consegui notas altas em língua portuguesa durante a educação básica, mas quando fui fazer minha primeira prova em um concurso público, descobri que não sabia quase nada de gramática.

A dica de hoje é pensada especialmente em você que possui aquela dificuldade para compreender as quase infinitas exceções à regra da língua portuguesa.

Compreendo sua angústia, as primeiras impressões ao estudar gramática para concursos não são das melhores. Sempre que achamos que estamos dominando o conteúdo aparece aquela questão que foge à regra, deixando-nos frustrados com a matéria.

Demorei um bom tempo para começar a compreender como escalar a “grande teia da gramática”. Sim, a gramática é uma linda teia, toda interligada. Nesse ponto encontramos a chave para alavancar nosso entendimento, UAUU.

Uma vez que imaginamos que os conteúdos da gramática estão todos interligados, podemos entender que não devemos estudá-los separadamente, OK?

Sei sei, você está pensando, mas professor na escola eu aprendi primeiro fonética, depois morfologia e depois sintaxe. A gramática era estudada por blocos de conteúdo.

Bom, também passei 11 anos de educação básica estudando gramática em blocos e o resultado: cheguei na vida adulta sem saber de fato empregar os conceitos em provas ou mesmo na minha vida profissional.

E se isso tivesse acontecido só comigo, não seria um índice para dizer que estudar gramática em bloco não funciona. Do mesmo jeito não haveria a necessidade de estudar língua portuguesa em cursinhos preparatórios para concursos.

E você já fez seu plano de estudo? Saiba agora como fazer o o plano perfeito para você.

A melhor maneira de estudar a gramática é estudando ligando os conteúdos correlatos, que são aqueles elementos em morfologia que recebem um nome uma função mais sofisticada em sintaxe, ou que suas regras em morfologia alteram detalhes das regras em sintaxe. Esse método aprendi estudando como Professor Rodrigo Bezerra, autor da “Gramática Para Concursos”.

Vamos ao exemplo Prático: Para você ter sucesso 

Crase é um assunto dentro de sintaxe que abrange regência verbal, regência nominal, artigo, pronome, preposição e expressões conjuntivas e expressões adverbiais. Uma vez que para realmente dominar crase, temos que entender como ela ocorre a partir de cada um desses elementos.

Você sabia que Crase antes de nome de mulher (nome próprio de pessoa) é facultativa? Essa é uma daquelas exceções à regra que fazem muitas pessoas marcarem a questão errada na prova. Pois a regra geral é que a Crase ocorre antes de nomes femininos.

Mas só erra quem estuda a gramática em blocos, sem fazer nenhuma correlação com os conteúdos interligados pela “grande teia”. Pois essa regra está baseada no assunto ARTIGO DEFINIDO em morfologia , no qual é determinado que o “uso do artigo definido é facultativo antes de nome próprio de pessoa”, ou seja, uma regra estabelecida em Morfologia que causa uma pequena mudança nas regras de Crase que estudamos em Sintaxe.

E esse não é um caso isolado de uma regra específica de um assunto de Morfologia que modifica a regra de outro em Sintaxe. Portanto, não decore regras na língua portuguesa, mas busque entender o motivo de cada regra.

Estudar a gramática correlacionando os assuntos é a melhor técnica, sem duvida nenhuma, de aprendê-la de forma eficiente.

teia de aranha

Gramática para concursos: Aprenda o método vencedor

Esse é o método que estudo gramática que já me levou a gabaritar 5 das últimas 6 provas que fiz. Esses resultados não significam que domino a gramática, mas demonstram que melhorei muito.

Na  primeira prova de concurso público que fiz, acertei apenas 3 questões de 10, que ainda foram acertadas por dedução (Não tinha total certeza do que estava fazendo).

Agora é com você!

Chegamos ao final do artigo, gostaria de lhe pedir um breve comentário dizendo o que achou desse conteúdo.

E você sabe que se está na minha lista exclusiva além deste conteúdo aqui, você recebeu 3 miniaulas, que não estão aqui e nenhum lugar. Somente para você que se cadastrou gratuitamente aqui pelo site.

Ter sua opinião sobre estas 3 miniaulas que você recebeu por e-mail, logo abaixo é primordial para mim.

Se desejar, deixe sugestões de temas ou materiais de atualidades para ajudar á todos por aqui e também ser ajudado.

Faço questão de ler cada comentário, e respondo na primeira oportunidade que surge.

Agora é colocar em prática.

Bons estudos!